Não cometa erros na segurança do seu Condomínio

Invista na segurança do seus alunos
17 de janeiro de 2018
Exibir tudo

Não cometa erros na segurança do seu Condomínio

Apesar de serem considerados mais seguros, a cada dia as quadrilhas encontram novas maneiras de invadir e burlar a segurança em condomínios. Apesar de correrem maior risco, os criminosos acabam tendo muito êxito e retorno nessa modalidade de crime, pois conseguem furtar muitos objetos de valor em uma única unidade.

Contudo, muitos assaltos em condomínio poderiam ser evitados, não fossem algumas brechas deixadas por falhas humanas e nos sistemas de segurança. A Imagem Segurança, após alguns anos de experiência atuando na proteção de muitos condomínios, traz neste artigo 4 erros que você não deve cometer ao pensar em como vai proteger o seu bem mais precioso: a sua família.

1 – Não investir corretamente em segurança eletrônica

A Segurança eletrônica feita por CFTV e gravação de câmeras é imprescindível para dar apoio aos recursos humanos. Muitas vezes, é aqui que acontece o maior erro: são adquiridos equipamentos pensando apenas nos custos e sem a orientação de uma equipe técnica especializada. O resultado: falhas técnicas resultado de uma instalação mal executada.

2 – Excluir a possibilidade de Terceirização do serviço

Ao realizar orçamento para serviços de segurança, alguns gestores de condomínios no intuito de economizar, adquirem equipamentos por contra própria e contratam empresas que não tem conhecimento suficiente para instalar o material e treinar funcionários do condomínio. O risco dessa ação vai desde o mau funcionamento da estrutura até a contratação de pessoas mal intencionadas que podem futuramente causar transtornos aos moradores.

3 – Não preparar a estrutura física de segurança

A estrutura física de segurança envolve portões, guarita e o muro ao redor da propriedade. Um condomínio dentro dos padrões de segurança deve ter no mínimo uma guarita blindada com ar condicionado, banheiro interno e altura suficiente para uma boa visão geral, portões com sistema de trava elétrica e um muro com altura mínima de 3,5m, podendo ser complementado com segurança eletrônica perimetral. A altura ideal poderá variar de acordo com o local e eventuais apoios que facilitem a escalada.

4 – Inexistência/descumprimento de procedimentos de segurança

Talvez esse seja um dos erros mais fatais para a segurança de um Condomínio. Quando falamos de cumprimento de procedimentos de segurança, vem à tona toda uma questão cultural e social, com necessidade de mudanças drásticas de comportamento, tornando a situação mais complexa.

Para implantar uma rotina de procedimentos de segurança, a mesma deve ser formalizada e incorporada ao Regulamento Interno do Condomínio, que deve ser aprovado em Assembleia.

Esperamos com essas dicas ajudar aos gestores e moradores de condomínio a buscarem as melhores soluções para garantir a segurança de seus familiares e bens. A Imagem Segurança está preparada para dar todo suporte necessário ao seu condomínio.

Acesse nosso site e conheça o que podemos fazer por você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cloud